Buscar
  • Mulheres Cannábicas

Agroecologia como fonte de cuidado

por Júlia Maciel, @jumaciel.yoga


Nesse momento, o que tem te lembrado ser parte da Natureza? Nos seus atos de cuidado essa lembrança está presente? Se somos parte deste grande ciclo da vida, cuidar de si e cuidar da Terra não são ações distantes, afinal. Tampouco se anulam. Já dizia a mestra Ana Primavesi: “solo sadio - planta sadia - homem sadio”. Somos aquilo que comemos, e aquilo de que nosso alimento se alimenta. É aí que a Agroecologia, que tem como professora a Natureza, se revela como uma grande fonte de cuidado.



colagem por juba, @esquinaparanoiadelirante


O saber agroecológico é o estudo e prática de uma agricultura que tem como base o respeito aos ecossistemas. Mais do que fazer uso da terra, busca-se a geração de abundância para o ambiente. A valorização dos saberes tradicionais e a preservação da biodiversidade caminham juntas, de forma que a Agroecologia é mais do que uma série de técnicas de plantio: é um cuidado com o solo, com o ambiente e com as pessoas, sem que ninguém seja deixado de fora. Agroecologia é um ato político, é autonomia.


Colocar as mãos na Terra nos resgata memórias ancestrais, nos renova, nos liga à vida e seus mistérios. Não sei de onde você me lê - e talvez nesse momento plantar não seja possível. Como aprofundar então essa conexão entre cuidado e Natureza?


Pra se cuidar e se conectar com a Terra, sugiro um pequeno ritual: preparar sua refeição com consciência. Se puder compartilhar esse momento com outras pessoas, melhor! Vamos aos passos:


Ao manusear seu alimento (picando, misturando, etc.), pergunte-se: sei como é um pé dessa planta que o constitui? Sei qual é o processo realizado até que vire esse ingrediente (ex: açúcar, farinha, óleo, massa)?

Pense sobre as possíveis origens do seu alimento: sei quem o cultivou? Se não souber, consegue imaginar essas origens?

Este alimento é local? Se não for, o que é possível de incluir da minha localidade no meu prato?

E ao saborear sua refeição: este alimento me nutre? Como o sinto meu corpo?


Pensar no nosso alimento é lembrar das bases que sustentam a vida de todos os seres. Que nossas escolhas de autocuidado possam se aproximar mais e mais do mundo que desejamos.

100 visualizações

Mulheres Cannábicas do Brasil – 2020 – site por emily bandeira